Empresas Buscam Atualização no Limite do Simples Nacional

Um grupo composto por 37 entidades, representando empresas nos setores de comércio e serviços, uniu forças em um movimento denominado “Atualiza Simples Nacional”. O objetivo principal é elevar o teto do Simples Nacional, um regime tributário simplificado que beneficia micro e pequenas empresas.

Entenda o cenário atual

Atualmente, o teto do Simples Nacional está estabelecido em R$ 4,8 milhões de receita bruta anual. No entanto, o movimento propõe uma elevação significativa, buscando que esse limite seja ajustado para R$ 8,4 milhões. O pedido foi oficialmente encaminhado ao ministro do Empreendedorismo, Márcio França.

Motivações para a Mudança:

As entidades justificam seu pleito destacando o cenário econômico dos últimos anos. O crescimento da receita, impulsionado pela ausência de inflação, levou as empresas a efetuarem correções em seus preços e custos. Esse contexto resultou em uma situação onde muitos pequenos negócios encontram-se próximos ou até mesmo ultrapassando o atual limite estabelecido.

Conforme revelado no documento elaborado pelas associações, a defasagem já atinge expressivos 75,8%, calculada com base no Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGD-DI).

As Propostas do Atualiza Simples Nacional:

Além de solicitar a elevação imediata do teto, o movimento propõe uma medida que visa prevenir futuras defasagens. A sugestão inclui a implementação de uma atualização anual do limite, alinhada a um índice oficial de inflação. Essa medida proporcionaria mais flexibilidade às empresas para se adaptarem às variações econômicas, mantendo-as competitivas no mercado.

A Tramitação no Congresso:

Paralelamente às negociações com o governo, um projeto de lei (PL) encontra-se em tramitação na Câmara dos Deputados. Este projeto visa uma correção anual dos limites e faixas de receita bruta das micro e pequenas empresas do Simples Nacional. A atualização proposta seria baseada no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Vale ressaltar que, embora a proposta tenha sido apresentada em 2016, ainda não foi levada a plenário. A discussão em torno desse projeto representa um ponto crucial para a adequação do Simples Nacional à realidade econômica vigente.

Em resumo, o movimento “Atualiza Simples Nacional” surge como resposta às demandas de empresas que buscam condições mais condizentes com a dinâmica econômica atual. A elevação do teto e a proposta de atualização anual representam medidas cruciais para garantir a sustentabilidade e o crescimento contínuo das micro e pequenas empresas no Brasil. Resta agora acompanhar atentamente o desenrolar dessas iniciativas, pois elas têm o potencial de impactar positivamente o cenário empreendedor do país.

Leia mais em nosso blog:

Modalidades Empresariais: MEI, ME e Simples Nacional

Simples Nacional: como tirar o extrato em 5 passos