Você pode legalizar suas operações de atividades financeiras e se tornar uma Fintech!

Por que uma cidade ou região com tantos desafios é terra de oportunidades em pagamentos e empréstimos? Ao desbravar esse artigo junto conosco, talvez você tenha ficado com a impressão de que há muito a ser feito (e realmente há). Veja a recuperação econômica pós-pandemia e otimismo moderado da população sobre esses tempos melhores; barreiras significativas para empreender; um longo caminho a percorrer para a inclusão financeira como também obtenção de recursos financeiros pela população em geral – entre outros.

E para você empreendedor todos esses motivos são Oportunidades? A maior parte da resposta a essa pergunta está no início do conteúdo, então a Contabilizaí pode lhe dar algumas dicas de como regularizar as suas atividades empresariais (ofertas de créditos financeiros por meio de estrutura de terceiros), sendo que desta vez falaremos de operações com cartões de crédito, mais precisamente na tributação da atividade de intermediação de negócios e administração de cartões de crédito!

Além disso, não podemos deixar de olhar para a história recente onde os serviços financeiros estão conseguindo chegar cada vez mais onde e para quem não eram comuns – cidadãos com dificuldade de comprovação de renda começam a ter acesso a crédito; pessoas sem comprovante de residência podem abrir contas digitais para realizar transações; micro e pequenos negócios contam com soluções de recebimento que ajudam a acelerar as suas vendas… Ou seja, há uma grande revolução acontecendo por todos os cantos.

Falando de operações com cartões de crédito, muitos se arriscam a realizar atividades de intermediação financeira e erroneamente praticam a movimentação dos seus ganhos ( spred, taxa administrativa, juros financeiros ) por meio de atividades que não condizem com a verdadeira atuação dos serviços que executam.

Está prática errônea e que para o Fisco passa a ser irregular, pode e deve ser corrigida!

Veja atentamente como sua empresa de intermediação deve apurar os tributos sobre os ganhos, pois muitos acham que vão pagar pelo total das movimentações financeiras, mas a verdade não é assim!

Contabilizaí especialista no assunto demonstrará que a tributação não é pela totalidade das operações de entradas e saídas financeiras que transitaram em suas contas bancárias e sim pela diferença ou seja somente pelos seus ganhos reais.

O FATOR MAIS RELEVANTE PARA SANAR AS DÚVIDAS É ENTENDER COMO FUNCIONA O ENQUADRAMENTO DO REGIME TRIBUTÁRIO EM QUE AS FINTECHS PODEM UTILIZAR, A DEPENDER DOS VOLUMES FINANCEIROS E ATIVIDADES EXECUTADAS para isto é importante entender os conceitos de cada um dos regimes fiscais (tributários).

Todos os iniciantes ou aqueles que passam a regularizar suas atividades buscam pelo sistema mais popular que é a Tributação pelo Simples Nacional, (nem sempre o mais econômico)

As atividades de empresas que fazem a intermediação entre os portadores de cartões de crédito, lojistas parceiros, bandeiras dos cartões e as instituições financeiras poderá ser exercida por pessoa jurídica optante pelo Simples Nacional. Conforme a base legal descrita abaixo:

A tributação será determinada pelo Anexo V, sujeito ao Fator “r”. Caso o fator “r” seja igual ou superior a 28%, a atividade será tributada pelo Anexo III (Lei Complementar n° 123/2006artigo 18§ 5°-Iinciso VII e § 5°-J).

Tambem poderão ser tributadas sob a forma do lucro real ou lucro presumido, visto que a intermediação de negócios que envolvem operações de cartão de crédito será por meio de uma instituição de pagamento e está não é integrante do SFN.

 
Vamos lá, agora que entendeu que seu negócio  pode optar por qual forma é a mais econômica, que tal aprofundar seus conhecimentos lendo o artigo que lhe dará todos os conceitos, aspectos tributários e contábeis, e as obrigações acessórias específicas, verá que as pequenas ou grandes estruturas destas novas fintechs estarão amparadas pela legislação, podendo competir com segurança tendo sua parte fiscal e contábil garantida pelas bases legais, clique aqui e leia agora mesmo – Quais Tributos pagar na minha Fintech de Administração de Cartões de Crédito e Intermediadora de Negócios
 

Convidamos você a fazer parte dessa transformação com a gente, onde podemos apoiá-lo em fazer o que é certo e mais econômico dentro da legislação fiscal, garantindo tranquilidade e segurança para seus negócios! Faça como diversas empresas de todas as regiões do Brasil que se juntaram a Contabilizaí e estão satisfeitos com a legalização do seu negócio!